sábado, 3 de março de 2012

A vingança




Você está em casa, curtindo a calma e tentando recuperar energias perdidas no dia-a-dia de estresse e mais estresse. Está tudo tão bom, tão sereno. Melhor não poderia estar. É tão bom curtir o ócio ou ficar a fazer tudo o que se gosta.

Repentinamente, toca o telefone. Já não é boa coisa. Aí, lhe vem a lembrança de que, certamente, é alguma pessoa chata que vem lhe alugar com os problemas insolúveis de sempre, quando não, é para contar estórias que você já conhece de cor e decorado.

Mas, quando é o 'telefonema' (que com certeza você já recebeu às dezenas), então não dá para tolerar. A vontade é de explodir e mandar tudo e todos pr'aquele lugar.

Mas, veja como você eventualmente poderia reagir …




Então, como se sente agora? Não paira um ar, um sentimento de saciado de vingança?

Na próxima vez que lhe acontecer tal 'fenômeno' é só tentar reproduzir a dose. Mas, não esqueça de treinar antes, para que fique tudo perfeito, tin-tin por tin-tin. E deixe tudo bem preparadinho para o grande momento.

Acelino Pontes

Postagem em destaque

A Intriga

Fonte: Internet. O método mais antigo e usado na política é a intriga. Infelizmente esta virose tem afetado em muito o rel...